Shadows: Price For Our Sins (PC)

Continuando pelas rapidinhas, mas agora no PC, este artigo incide neste Shadows: Price For Our Sins. Tal como o Dracula: Love Kills ou Sherlock Holmes and the Hound of the Baskervilles, este jogo é um híbrido entre uma aventura gráfica point and click, com vários puzzles “a sério” e alguns segmentos de “objecto escondido”. E tal como os jogos mencionados acima, este terá certamente vindo de algum indie bundle a um preço muito reduzido.

A narrativa é muito simples, pondo-nos no papel de uma jovem mulher que planeava passar uma boa festa de Halloween com amigos, numa mansão antiga e com o clima ideal para essa noite. Mas eis que quando lá chega, numa altura em que os seus amigos se preparavam para jogar um misterioso jogo de tabuleiro, coisas acontecem e todos desaparecem. No seu lugar vamos interagindo com alguns espíritos de pessoas que lá viveram há muitos anos e aos poucos vamos desvendando o mistério da mansão e das tragédias dos seus habitantes.

Graficamente até é um jogo bem detalhado, embora os seus cenários sejam todos prérenderizados e por consequência, estáticos.

A jogabilidade é então um misto entre a aventura gráfica point and click pois teremos de interagir com personagens e cenários, na busca de itens que por sua vez poderão ser usados com outras personagens e objectos de forma a desbloquear o progresso no jogo e novas áreas para explorar. Pelo caminho vamos tendo também vários puzzles bem variados para resolver, bem como muitos segmentos de “objecto escondido”. Para quem não está familiarizado com o conceito, são secções onde vemos uma imagem estática, porém muito bem detalhada e repleta dos mais variados objectos. O objectivo é o de encontrar todos os objectos listados na parte inferior do ecrã. Como muitos desses objectos estão “camuflados” pelo cenário ou atrás/dentro de outros objectos como frascos, caixas ou cestos, ainda nos dão algum trabalho e esforço de observação para os encontrar a todos. Aparentemente há toda uma comunidade que aprecia este tipo de desafios.

Para além de toda a exploração vamos também ter muitos puzzles para resolver

De resto é um jogo tecnicamente simples, com muitos cenários bem detalhados, porém com imagens pré-renderizadas, logo são também muito estáticas. Ocasionalmente, à medida que vamos avançando na história iremos ver também algumas cutscenes, que são narradas de forma minimamente competente. A qualidade das mesmas também não é nada de excepcional, mas há muito pior por aí. Por fim, a banda sonora é maioritariamente ambiental, com melodias que se adequam bem à quadra da noite das bruxas. Tive no entanto alguns problemas em conseguir jogá-lo, pois no meu PC actual, correndo o jogo em full screen encravava-o completamente, pelo que ainda tive de me esforçar um bom bocado até o conseguir correr em modo janela. Mesmo aí por vezes tinha problemas com as cutscenes onde apenas ouvia o som, nada de imagem.

Portanto este é um jogo casual e simples nas suas mecânicas, cujo progresso é consecutivamente gravado ao mínimo passo que damos, pelo que pode ser perfeitamente jogado em intervalos curtos. E o mapa indica sempre quais zonas do mapa podemos ainda progredir, pelo que as possibilidades de ficarmos presos durante muito tempo são algo reduzidas. Tem também alguns puzzles interessantes, pelo que até serviu bem para passar o tempo.

Sobre cyberquake

Nascido e criado na Maia, Porto, tenho um enorme gosto pela Sega e Nintendo old-school, tendo marcado fortemente o meu percurso pelos videojogos desde o início dos anos 90. Fã de música, desde Miles Davis, até Napalm Death, embora a vertente rock/metal seja bem mais acentuada.
Esta entrada foi publicada em PC com as etiquetas , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.