Sega Master System III Compact (Portuguese Purple)

Inaugurando então este espaço, começo pelo item que muito provavelmente me é o mais querido.

É nada mais, nada menos do que a consola Sega Master System, a minha primeira consola (e única durante muitos anos). Recebi-a no Natal de 1996, presente dos meus avós maternos. Nessa altura eu andava a pedir a toda a gente que me oferecesse uma SEGA pelo Natal. Claro que a “finesse” seria ter uma Sega Saturn, um autêntico colosso (nessa altura ainda pouca importância se dava à Playstation por cá). Os meus pais iam-me oferecer uma Saturn nesse mesmo Natal, mas como os meus avós se anteciparam, eles lá acharam que era a mesma coisa e fiquei com a Master System. Fiquei um bocadinho frustrado quando soube, mas o que eu queria mesmo era uma Sega e esta ainda trazia o Sonic 1 na memória, para mim já era motivo de alegria.

MSIII pt - box

A minha MSIII - caixa

Master System III Compact

A minha MSIII - consola

Como vêm nesta foto esta edição não é uma edição normal, a caixa púrpura e o número “III” no nome da consola parecem algo fora do comum. Na verdade esta versão da consola é uma versão que foi lançada exclusivamente em Portugal, bem como uma série de jogos com a capa púrpura que mais tarde falarei nos mesmos. Para falar um pouco de como surgiu este modelo, vou fazer um pequeno resumo da história da Sega Master System no geral. Este artigo é bastante longo, pelo que se não quiserem ler a retrospectiva sobre a Master System e queiram ver directamente informações deste modelo, saltem para a segunda metade do artigo.

Como alguns fãs hardcore da Sega sabem, a Master System com o nome que a conhecemos foi lançada em 1986, mas o seu hardware já vem desde 1983, sofrendo várias mutações entretanto. Na verdade, o “avôzinho” da Master System chama-se SG1000, e foi a primeira consola alguma vez lançada pela Sega, em 1983 no Japão. Saiu no mesmo dia em que saiu uma outra consola de nome Family Computer, ou Nintendo Entertainment System, como seria mais tarde conhecida no ocidente (adivinhem quem ganhou a disputa).

Sega SG1000

Primeiro modelo SG1000

A SG1000 teve um sucesso moderado principalmente nalguns mercados da Ásia e Nova Zelândia. Ainda no ano de 1983, motivada pelo sucesso de computadores como MSX no Japão a SEGA decide lançar uma versão modificada da SG1000 de nome SC3000, um computador semelhante ao MSX,com retrocompatibilidade completa com os jogos da SG1000, bem como um editor BASIC e vários acessórios. Um add-on interessante tem o nome SF7000, contendo memória RAM extra, portas série e paralela, slot de disquetes de 3″. Este add-on permitiu a muitos programadores caseiros desenvolver os seus próprios jogos, gravando-os em disquetes de 3″ (diferentes das comuns 3.5″).

SC3000

SC3000

SF7000

SF7000

Infelizmente ainda hoje se tem alguma dificuldade em emular este sistema. A Sega desde cedo que teve a “mania” de lançar updates e add-ons para os seus sistemas, não foi apenas com a Mega CD e 32x. Após a SG1000, alguns modelos diferentes do SC3000, o add-on SF7000, em 1984 a SEGA lança uma nova versão da SG1000, de nome SG1000II ou “Mark II”. A nível de hardware é idêntica à SG1000 original, podendo correr todos os jogos dos sistemas anteriores (à excepção do BASIC e Music), tendo também lançado um teclado adicional para jogar as aplicações de SC3000 que requeressem teclado. Um outro add-on interessante foi o lançamento do Sega Card Catcher, que permitia às consolas da SEGA existentes lerem jogos num formato “cartão” +/- do mesmo tamanho de um cartão de crédito.

SG1000II

SG1000II ou Mark II

Card Game

Jogo em formato Card Game

Em 1985, é finalmente lançada no japão a primeira consola idêntica à Master System, de nome Sega Mark III. Esta consola tem um hardware mais avançado face às suas predecessoras e o Card Catcher estava agora embutido na consola, mantendo ainda a retrocompatibilidade com o software anterior.

Sega Mark III

Sega Mark III

A Nintendo FamiCom, foi lançada em 1985 no mercado americano, com um estrondoso sucesso (muito por culpa do jogo Super Mario Bros.), e a Sega  tenta entrar no mercado ocidental com um redesign da Sega Mark III, de nome Sega Master System (finalmente!!). A consola é idêntica à sua vertente japonesa, excepto no formato dos cartuchos. Como tal é fisicamente incompatível com o software japonês (Mark III e o legado SG1000/SC3000).

Master System

Primeiro modelo ocidental da Sega Master System

Comparação de cartuchos JAP/EUA/EUR

Comparação de cartuchos JAP/EUA/EUR

Um acessório interessante são os óculos 3D, que permitiram jogar alguns jogos com um efeito 3D, algo arcaico nos dias de hoje, mas um feito impressionante na segunda metade dos anos 80.

Em 1987, sai no Japão uma versão actualizada da Master System, com o chip FM embutido no sistema (permitia melhor som nalguns jogos). Esse chip foi também lançado como add-on para a anterior Mark III. Os ocidentais ficaram a ver navios…

A consola da Nintendo sempre teve um sucesso enorme na década de 80, quer no mercado japonês, quer no mercado ocidental. Isso deveu-se em grande parte a uma política monopolista por parte da Nintendo, em que as empresas que desenvolviam para a NES/Famicom eram obrigadas a lançarem os seus jogos em exclusivo para a consola da Nintendo, sendo que cada jogo permaneceria exclusivo num periodo de 3 anos. Todos os jogos que sairam no Japão e EUA para a Master System foram programados pela Sega, à excepção de 2 jogos no Japão que sairam pela Tecmo, e uns quantos no Ocidente, programados pela Activision e Parker Bros. Esta política monopolista da Nintendo, aliada a um mau marketing da Master System nos USA, a consola nunca teve a atenção devida e foi um flop comercial. Aliás, no Japão assim o foi desde 1983… em 1989 a Sega deixa de dar suporte à consola no Japão.

Contudo na Europa a consola sempre teve um grande sucesso, visto a NES não ter sido bem comercializada nalguns países. Ainda assim, nos anos 80 jogava-se muito por cá em computadores como o ZX-Spectrum ou o Commodore 64. Com a chegada da Mega Drive em 1990, o interesse dos gamers voltou-se novamente para as consolas em grande força, a Master System só teve a ganhar com isso. Nos EUA a Sega Genesis (Mega Drive americana) também teve um grande sucesso inicial, pelo que a Sega volta a apostar na Master System. Lançaram em todo o mercado Ocidental uma nova versão da consola intitulada Sega Master System II. É o design que se calhar os jogadores portugueses mais se familiarizam. Infelizmente com esta nova versão a Sega decide cortar várias features do sistema original de modo a embaratecer a produção. Foi-se o suporte a Card Games, consequentemente foi-se o suporte a jogos 3D (visto que os óculos usavam esta porta). Este modelo voltou a não ter sucesso nos EUA, pelo que a Sega em 1992 descontinuava oficialmente a Master System no mercado norte-americano.

Sega Master System II

Sega Master System II

Como referi anteriormente, na Europa foi um grande sucesso. Graças à Mega Drive, a SEGA alcançou acordos com várias produtoras ocidentais, sendo lançados imensos jogos para a Master System pela Electronic Arts, Virgin, Acclaim, Domark, etc. A Master System aguentou-se bem na Europa até ao lançamento da Sega Saturn em 1995.

Ora, a Europa não foi o mercado de maior sucesso da Master System, mas sim o Brasil. A Master System foi lançada por lá através da Tec-Toy atingido um enorme sucesso. Durante anos foram feitos alguns jogos em exclusivo para o mercado brasileiro, sejam adaptações de jogos originais (Wonder Boy transformado na personagem de BD “Mônica”, por exemplo), como conversões de jogos da Game Gear (Virtua Fighter Animation, Mortal Kombat 3, FIFA, Sonic Blast…) conversões inteiramente novas, como o Street Fighter 2 ou alguns jogos rigorosamente novos. Alguns destes itens são dos mais procurados pelos coleccionadores hoje em dia.

A nível de hardware também houve muita variedade nesse mercado em particular, contudo há uma ou outra confusão com os primeiros modelos. A Master System II de lá, é na verdade um repack da Master System 1 original com o jogo Alex Kidd in Miracle World. Quando o redesign Master System II foi lançado por lá, teve de ser chamado Master System III. Ao longo dos anos 90 (e mesmo neste novo milénio) foram lançadas exclusivamente no Brasil várias novas versões da Master System, umas semi portáteis, outras com vários jogos na memória, etc. Actualmente é vendido no site da Tec-toy um modelo de nome Master System Evolution com 132 jogos embutidos.

Bem, após esta longa “introdução”, voltamos então para o assunto inicial isto é, o modelo da minha colecção. Esta Master System é na verdade uma adaptação da Master System III Compact lançada originalmente no mercado brasileiro. É uma adaptação a cargo da Ecofilmes, distribuidora oficial das consolas Sega em Portugal. O modelo Português não é exactamente igual ao Brasileiro. Para além da diferente caixa, o modelo Brasileiro tem a fonte interna, enquanto que o Português tem a fonte externa, idêntica à da Master System I/II e Mega Drive I.

MSIII Compact

Caixa original da MSIII Compact com Sonic 1 na memória

MSIII compact v2

Segunda caixa da mesma consola, ainda no mercado Brasileiro

MSIII pt - box

Novamente a minha caixa da edição portuguesa deste modelo

Com esta consola com uma caixa púrpura, foram também relançados em Portugal alguns jogos com uma caixa igualmente em tons de roxo, tendo sido anteriormente lançados em caixas “brancas” idênticas às restantes europeias. Foram também lançadas adaptações de alguns jogos da Tec Toy, nomeadamente os outrora exclusivos Sapo Xulé SOS Lagoa Poluída, GameBox: Série Esportes (aqui intitulada apenas Gamebox, contudo os nomes dos jogos na colectânea continuam os brasileiros – Super Futebol II em vez de World Cup Italia ’90 por exemplo).

Porque é que a Ecofilmes se decidiu a lançar toda esta colecção Master System em 1995, quando a Mega Drive estava em toda a força por cá e a Saturn a dar os primeiros passos, eu não sei. Mas ainda bem que o fizeram.

Meus caros, se alguns de vós possuirem este modelo, ainda com caixa, devo-vos dizer que possuem um dos modelos da Master System com maior procura pelos coleccionadores estrangeiros.

Se estiverem curiosos, aqui fica uma lista do software “Portuguese Purple”, como é conhecido lá fora:

Asterix and the Great Rescue
Bart Vs The Space Mutants
Cheese Catastrophe
Desert Speedtrap
Game Box (Great Volley, Super Futebol II, Wimbledon)
Indiana Jones e a Ultima Cruzada
Jurassic Park
The Jungle Book
The Lion king
My Hero
Road Rash
Sapo Xule: S.O.S. Lagoa Poluida
Sonic Spinball
Spiderman: Return of the Sinister Six
Transbot

A parte de trás da caixa da Master System III revela ainda um outro jogo:

“Taz in Escape From Mars”. Esta é uma das conversões exclusivas de software da Game Gear para o mercado brasileiro. Embora o jogo esteja aí listado, até hoje ninguém sabe ao certo da sua existência nas edições Portuguesas. Se algum de vocês o possui, entre em contacto comigo 😉

Caixa traseira MSIII

Parte traseira da minha caixa da Master System. Contém todas as Purple Releases conhecidas.

A Sega Master System, é assim na minha opinião uma das consolas mais fascinantes que já foram produzidas. É um paraíso para os coleccionadores, com imensas versões de hardware e software disponíveis no mercado. Ainda hoje se descobrem novas coisas, principalmente nos mercados obscuros da Coreia do Sul, de Taiwan e Hong-Kong.

Mais informação das “Purple Releases”:

http://Segacollect.blogspot.com/2008/09/portuguese-purple-releases.html

Informação do software e hardware da Master System no geral:

SG-1000
SC-3000
SG1000-II
Mark III
Card Games
Master System
Tectoy / Master System

Sobre cyberquake

Nascido e criado na Maia, Porto, tenho um enorme gosto pela Sega e Nintendo old-school, tendo marcado fortemente o meu percurso pelos videojogos desde o início dos anos 90. Fã de música, desde Miles Davis, até Napalm Death, embora a vertente rock/metal seja bem mais acentuada.
Esta entrada foi publicada em Master System, SEGA. ligação permanente.

23 respostas a Sega Master System III Compact (Portuguese Purple)

  1. Pingback: Sonic the Hedgehog (Sega Master System) | Green Hills Zone

  2. Pingback: Nintendo GameCube | Green Hills Zone

  3. Pingback: My Hero (Sega Master System) | Green Hills Zone

  4. Walber diz:

    Tenho até hoje uma das versões compactas desse console lançadas aqui no Brasil, e, apesar de gostar dela, eu a acho muito ruim. Nenhuma versão é melhor do que a “grandona” original.

  5. Fellipe diz:

    quer vender?

  6. Pingback: The Simpsons: Bart vs the Space Mutants (Sega Master System) | GreenHillsZone

  7. Thiago Oliveira de Souza diz:

    Sou brasileiro e ganhei o Master System III Compact no natal de 1995. O meu era justamente o da segunda foto (caixa azul). Foi meu primeiro console e até hoje me arrependo não de possui-lo mais 😦

  8. Mau Calegari diz:

    Eu tenho um Master System III perdido em algum lugar aqui em casa,faz pouco tempo achei o controle, ainda ta em bom estado,saudades desse tempo.

  9. andreken diz:

    Eu tenho uma igual á sua, sou de portugal, gostava de saber o valor actual desta preciosidade.

    • cyberquake diz:

      Viva andreken, obrigado pela visita!
      Por acaso não faço ideia de quanto custará uma SMS destas à venda no estrangeiro (onde é mais procurada), pois nunca vi nenhuma completa com caixa e manual à venda por lá…

  10. Pingback: Astérix and the Great Rescue (Sega Master System) | GreenHillsZone

  11. Renan Silva diz:

    Sou brasileiro e também tenho este magnífico console que ganhei no Natal de 1996 e até hoje está funcionando… Aqui no Brasil, quando o Master System III: Compact foi lançado pela Tec Toy, por volta de 1994/1995, ele vinha originalmente com o jogo Alex Kidd in Miracle World na memória, embalada naquele mesmo modelo de caixa branca do Sonic… Só depois de algum tempo, a Tec Toy começou a comercializar o Master III naquela caixa azul, já com o Sonic na memória…

    • Renan Silva diz:

      Ah, ainda antes do Master III com o Alex Kidd da caixa branca, a Tec Toy comercializou também, um modelo do Master com uma caixa azul estilizada com o desenho do Alex Kidd nela…
      Aqui estão as fotos destes modelos:
      – Master System III Compact, modelo da caixa branca, com Alex Kidd in Miracle World:

      – Master System III Compact, modelo da caixa azul, com Alex Kidd in Miracle World:

  12. cyberquake diz:

    Obrigado pela visita e pelas respostas!
    Aqui também começou por vir primeiro com o Alex Kidd na memória, só depois o Sonic.
    Abraço!

  13. sandrosfc diz:

    Olá,muito bom o seu blog e reviews de games,em especial os de Master System e Sega Saturn que também tive 🙂
    Bem,o meu foi esse aqui http://segaretro.org/File:MS2_BR_Box_Front.jpg
    Depois,meu irmão comprou um Mega Drive,mas tínhamos ainda o “Master System Converter” https://www.youtube.com/watch?v=FxAGoHw2aVU
    Poxa,boas lembranças de infância hehe,vlw.

    • cyberquake diz:

      Obrigado pela visita e pelo comentário!
      Brevemente quero ver se começo com reviews a jogos de Mega Drive também, quero só aumentar um pouco a colecção primeiro hehe

  14. Rui Reis diz:

    Realmente… que sorte teres a tua ainda nessas condições. 🙂

    • cyberquake diz:

      Obrigado pela visita e pelo comentário! 😉

      • Camila diz:

        Eu tenho um sega master system III e 3 cartuchos..
        Tenho que admitir que o estado de conservação nao esta lá uma maravilha, mas o game funciona perfeitamente com o jogo do Sonic na memoria e os cartuchos com jogos de Mikey e Minie, Mortal Kombat e um espiao que na verdade nao sei o nome.. Enfim, dá até saudade do tempo em que minhas irmas e eu jogavamos horas e horas.. Se estiver interessado em saber mais sobre os jogos, me manda um e-mail 😀

  15. Anónimo diz:

    Preço

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.