Splice (PC)

Vamos a mais uma rapidinha a um indie no PC. Splice é mais um jogo da Cipher Prime, os mesmos que estiveram por detrás do Fractal e é mais um puzzle game com mecânicas de jogo muito peculiares. Tal como o Fractal, este meu exemplar digital do Splice foi certamente comprado nalgum indie bundle por uma ninharia.

Bem, este é um puzzle game de células onde em cada nível, e com um número limitado de movimentos temos de reorganizar as células para ir construindo estruturas de células cada vez mais complexas. É um pouco difícil de explicar o conceito para quem não estiver a jogar, mas não podemos simplesmente pegar numa célula e colá-la noutro sítio à nossa vontade, mas sim num dos locais “compatíveis” para o efeito e que o próprio CPU os realça. À medida que vamos progredindo não só as estruturas que temos de construir são mais complexas, mas vamos também encontrar algumas células com propriedades especiais. Algumas dessas células podem-se duplicar horizontalmente, verticalmente, ou mesmo eliminar todas as células que estejam abaixo de si. Naturalmente a complexidade vai aumentando pois haverão puzzles que são autênticos quebra cabeças, ainda por cima com um número limitado de movimentos. Ao menos podemos sempre voltar atrás nas acções que vamos fazendo e tentar outras opções até chegar à solução final.

O objectivo de cada nível é o de manipular as células existentes até obter a forma realçada, dentro de um número limite de movimentos

Graficamente este é um jogo muito simples, com visuais muito limpos. É no entanto acompanhado por uma banda sonora algo minimalista, toda movida a bonitas melodias de piano. É uma banda sonora relaxante e que de certa forma até se adequa bem ao conceito do jogo. Portanto este Splice é um título interessante a quem gostar de puzzle games, quanto mais não seja pela sua originalidade de mecânicas de jogo.

Sobre cyberquake

Nascido e criado na Maia, Porto, tenho um enorme gosto pela Sega e Nintendo old-school, tendo marcado fortemente o meu percurso pelos videojogos desde o início dos anos 90. Fã de música, desde Miles Davis, até Napalm Death, embora a vertente rock/metal seja bem mais acentuada.
Esta entrada foi publicada em PC com as etiquetas . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.