Ys: Oath in Felghana (Sony Playstation Portable)

O artigo de hoje é mais uma rapidinha a um jogo que já joguei há imenso tempo atrás. Na verdade, este Ys Oath in Felghana é um remake do Ys III: Wanderers from Ys, cuja versão PC-Engine já cá trouxe há pouco tempo. Foi lançado originalmente em 2005 no Japão e para o PC, tendo recebido posteriormente uma versão para a PSP que inclui ainda uma série de extras e essa versão acabou por ser localizada pela XSeed para um lançamento norte-americano. Infelizmente a Europa ficou novamente de fora. O meu exemplar foi comprado a um amigo meu há uns anos atrás por 20€ se a memória não me falha. De original tem apenas o disco UMD, a capa é uma reprodução e não tenho manual. Está nos planos um dia substituir por uma versão mais completa, mas tendo em conta os preços actuais não me parece que tal vá acontecer tão cedo.

Jogo com capa repro

Ora este jogo possui a mesma história básica do Ys III original, sendo passado na zona de Felghana, mais precisamente na cidade natal de Dogi, Redmont, e imediações próximas. Apesar da história em si ser a mesma, neste jogo a narrativa foi bastante expandida, existindo muitos mais NPCs com os quais podemos interagir, imensos novos diálogos e até algumas sidequests adicionais. Também poderemos desbloquear novos modos de jogo como um boss rush, bem como outros extras como artwork.

A história foi expandida com mais personagens, diálogos e sidequests!

Mas não foi só a narrativa (e os audiovisuais) que foram melhorados. Todas as mecânicas de jogo também o foram! Todos os lançamentos do Ys III até à data eram sidescrollers em 2D, mas neste remake usaram o mesmo motor gráfico do Ys VI, que foi também utilizado posteriormente no Ys Origin, pelo que agora tanto a cidade de Redmont como as dungeons e outras localizações que iremos posteriormente explorar foram completamente renderizadas em 3D, permitindo-nos uma liberdade de movimentos total. As mecânicas de combate também foram revistas, com o jogo a permitir agora a realização de combos, ataques mágicos similares aos do Ys Origin e outras habilidades que poderemos desbloquear, como a possibilidade de executar saltos duplos. A possibilidade de nos teletransportamos entre estátuas localizadas em pontos chave também será desbloqueada, bem como o uso do boost mode. Outras particularidades próprias dos Ys deste milénio foram também trazidas, como os multiplicadores de experiência que vamos acumulando durante o combate, ou os drops deixados pelos inimigos que também nos podem melhorar temporariamente alguns dos nossos stats. Para além do grinding necessário para tornar a nossa personagem mais resiliente (que neste tipo de jogos nunca é muito aborrecido!) e o dinheiro que teremos de amealhar para comprar melhor equipamento, também teremos a possibilidade de melhorar as armas, armaduras e escudos com base nos minérios que poderemos encontrar ao longo do jogo. É sem dúvida um jogo bem mais completo a nível de jogabilidade!

As dungeons foram completamente redesenhadas em 2D mas ainda possuem um layout familiar para quem jogou alguma das versões originais

Já no que diz respeito aos audiovisuais, como referi acima todas as localizações foram redesenhadas de uma perspectiva 2D para 3D e os resultados foram muito satisfatórios. As dungeons continuam relativamente simples e com um design algo familiar para quem jogou as versões anteriores, mas foram também amplamente expandidas com novas áreas a explorar e segredos para descobrir. A nível gráfico eu diria que não se pode pedir muito mais a uma PSP, mas estou curioso para ver como a Falcom se safou com o Ys Seven, que foi desenvolvido precisamente com a PSP em mente e com um novo motor gráfico. Esta versão é baseado no Ys VI que planeio jogar em breve. Temos então cenários renderizados em 3D nas dungeons, mas todas as personagens e inimigos (excepto alguns bosses) são sprites em 2D. Sinceramente não desgosto da combinação. As músicas continuam excelentes. Temos direito a uma banda sonora regravada com instrumentos reais e as músicas tanto oscilam entre temas calmos, outros operáticos e os meus preferidos: temas bem mais hard rock com melodias de guitarra bem cativantes! Temos no entanto a opção de alternar para versões clássicas dessas mesmas músicas, nomeadamente as versões PC-98 e X68000, o que até é interessante! Nada de especial a apontar aos efeitos sonoros e uma grande parte dos diálogos possuem voice acting, cujas interpretações vão variando um pouco na sua qualidade consoante a personagem e o actor que a representa.

Para além do jogo normal temos também um modo boss rush que podemos vir a desbloquear

Portanto este Oath in Felghana é um remake muito interessante de um Ys que de facto era bastante diferente dos demais. E acho que a Falcom esteve mesmo muito bem! Não só modernizaram o jogo, ao introduzir novas mecânicas de jogo introduzidas em Ys mais recentes, bem como expandiram toda a sua história. Já para não falar da transição do 2D sidescroller para 3D que a meu ver foi também muito bem implementada. Já do meu lado, segue-se o Ys IV, que planeio jogar tanto a versão PC-Engine, bem como o seu remake lançado originalmente para a PS Vita. Mas isso será tema para outra altura.

Sobre cyberquake

Nascido e criado na Maia, Porto, tenho um enorme gosto pela Sega e Nintendo old-school, tendo marcado fortemente o meu percurso pelos videojogos desde o início dos anos 90. Fã de música, desde Miles Davis, até Napalm Death, embora a vertente rock/metal seja bem mais acentuada.
Esta entrada foi publicada em PSP, Sony com as etiquetas , . ligação permanente.

Uma resposta a Ys: Oath in Felghana (Sony Playstation Portable)

  1. Pingback: Ys: Memories of Celceta (Sony Playstation Vita) | GreenHillsZone

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.