WWF WrestleMania Challenge (Nintendo Entertainment System)

Continuando pelas rapidinhas até porque o tempo não tem dado para muito mais, vamos ficar com mais um jogo de wrestling. É verdade que não sou um grande fã de wrestling no geral, bem como os seus videojogos, mas nos anos 90 nenhuma criança ficava indiferente ao Hulk Hogan e restantes wrestlers da época como o Randy Savage ou Andre the Giant. Na verdade este é o segundo jogo baseado no Wrestlemania, tendo sido lançado originalmente em 1990. O meu exemplar veio da Cash Converters algures no mês de Junho, tendo-me custado 8€.

Jogo com caixa

Aqui temos 8 lutadores de Wrestlind da época, inluindo os três que mencionei acima. Mas no modo principal do jogo, que é uma espécie de campeonato, encarnamos num lutador genérico que terá de enfrentar os 8 lutadores sequencialmente. Temos também combates simples, tag-team de 2 para 2 ou o modo Survivor, que nos coloca em combates de 3 contra 3. O multiplayer para 2 jogadores permite-nos jogar alguns desses modos de jogo, incluindo o tag team onde podemos jogar cooperativamente contra uma equipa de dois adversários controlados pelo CPU.

Os menus iniciais são simples e visualmente esclarecedores

A jogabilidade é relativamente simples. A arena é apresentada numa perspectiva isométrica, e usamos os 2 botões faciais para aplicar todo o tipo de golpes fancy, desde socos e pontapés, passando pelos suplex, subir ao canto da arena e atirarmo-nos ao adversário, entre outros. Para mim estes controlos são sempre um mistério, ainda por cima com 2 botões apenas. De resto os lutadores possuem uma barra de energia dividida em quadradinhos, cujos quadrados que não forem esvaziados por completo regeneram com o tempo. O objectivo é o de encher o adversário de porrada até ficar com pouca vida, debruçar em cima deles e aguardar que o árbitro faça a sua contagem e eventualmente nos declare vencedores.

Pena que as barras de vida estejam agarradas à arena, pois nem sempre ficam visíveis

A nível audiovisual é um jogo relativamente bem conseguido. As sprites, apesar de pequenas possuem detalhe quanto baste para que os wrestlers sejam facilmente reconhecidos, já a nível de efeitos sonoros e música não tenho nada de relevante a acrescentar, é um jogo competente nesse aspecto e as músicas, apesar de não serem propriamente memoráveis, também não desagradam de todo.

Portanto este é um simples jogo de wrestling que talvez agrade a quem for fã do género, embora tenha de ter em conta que estamos a falar de um jogo 8bit que não envelheceu assim tão bem quanto isso.

Sobre cyberquake

Nascido e criado na Maia, Porto, tenho um enorme gosto pela Sega e Nintendo old-school, tendo marcado fortemente o meu percurso pelos videojogos desde o início dos anos 90. Fã de música, desde Miles Davis, até Napalm Death, embora a vertente rock/metal seja bem mais acentuada.
Esta entrada foi publicada em NES, Nintendo com as etiquetas , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.