Proteus (PC)

Proteus PCVoltando ao PC e aos jogos indie, cá fica mais um artigo curtinho de um jogo muito peculiar. Assim como Dear Esther, Proteus é um “jogo” de exploração na primeira pessoa, embora este seja muito mais abstracto e musical, como irei detalhar em seguida. A minha cópia digital veio-me parar à minha conta steam após um dos últimos Humble Bundles, juntamente com o próprio Dear Esther e outros bons jogos como Thomas Was Alone.

Screenshot

Em Proteus temos uma ilha para explorar, com os seus mistérios e encantos

Descrever este jogo é algo difícil pela sua peculiaridade. É um jogo curto, sendo facilmente terminado em 30 minutos, contudo em cada novo jogo, a experiência é sempre um pouco diferente, visto os cenários serem gerados aleatoriamente. Basicamente somos largados no oceano, perto de uma grande ilha pixelizada, sem qualquer objectivo ou indicação, a não ser vaguear pela ilha e os seus visuais únicos. Assim que chegamos à costa e começamos a explorar o cenário, a magia acontece. Vagueando por entre as árvores e os campos verdejantes, vamos encontrando algumas peculiaridades: pequenos animais, estruturas misteriosas, uma casa abandonada, entre vários outros. Este é um jogo puramente de exploração e ambiência. Existe uma música base que vai acompanhando o jogo, música essa que vai sendo complementada com as nossas interações com o meio que nos rodeia. Por exemplo, ao perseguir um grupo de animais, os seus passos são notas musicais que se encaixam na melodia. À medida em que vamos explorando os contornos da ilha, o tempo vai passando, o Sol vai-se pondo até que chega à noite, mais uma vez com a fauna e flora da ilha a mudar, assim como a própria melodia que nos rodeia. Assim que é noite com um belo céu estrelado, começamos a ver uma série de luzes misteriosas a deslocarem-se gradualmente para um círculo na ilha. Ao entrar nesse círculo, somos transportados para a estação seguinte do ano, novamente começando um novo dia de exploração na ilha e ver as suas mudanças. Começamos na Primavera com os seus campos e árvores floridas, passando para o Verão ainda com cores vibrantes, o Outono já a mostrar alguma melancolia, terminando no Inverno frio e austero, onde o jogador termina também a sua viagem pela ilha.

Screenshot

Apesar da sua simplecidade, Proteus consegue ter visuais muito agradáveis

Descrever este “jogo” não lhe faz nenhuma justiça, pois o mesmo tem de ser vivido (e ouvido!!) para ser compreendido. Mais do que Dear Esther, a fronteira que divide Proteus entre um jogo e arte é muito, muito ténue. Os visuais coloridos e altamente pixelizados têm o seu charme, e acompanhados pela banda sonora atmosférica, realmente não faria muito sentido tornar Proteus em algo mais do que um jogo de exploração bastante envolvente. Proteus é uma experiência relaxante e repleta de pequenas surpresas. O facto de a ilha ser gerada aleatoriamente em cada “playthrough” é também um factor convidativo a voltar a jogar, até porque existem muitos pequenos eventos e surpresas que não acontecem numa jogada apenas. É um jogo bastante relaxante, sendo muito agradável retirar do nosso dia-a-dia ocupado e stressante, uns 30-40 minutos para explorar Proteus e os seus segredos.

Sobre cyberquake

Nascido e criado na Maia, Porto, tenho um enorme gosto pela Sega e Nintendo old-school, tendo marcado fortemente o meu percurso pelos videojogos desde o início dos anos 90. Fã de música, desde Miles Davis, até Napalm Death, embora a vertente rock/metal seja bem mais acentuada.
Esta entrada foi publicada em PC com as etiquetas . ligação permanente.

Uma resposta a Proteus (PC)

  1. Pingback: MirrorMoon EP (PC) | GreenHillsZone

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.