Timesplitters 2 (Sony Playstation 2)

timesplitters2 ps2Timesplitters 2 é um excelente exemplo do que uma sequela deve ser (assim como Timesplitters Future Perfect), onde mantiveram tudo o que era de bom no original, adicionando porém uma série de inovações que tornam o jogo muito melhor. A minha cópia foi comprada numa loja portuense de nome TVGames, tendo-me custado 4€ e está em óptimo e estado.

Box

Jogo completo com caixa e manual

Novamente desenvolvido pela Free Radical, um estúdio com membros da equipa que nos trouxe 007 Goldeneye e Perfect Dark, ambos clássicos da Nintendo 64, sendo que desta vez já saiu também para Gamecube e Xbox, em 2002, em vez de se tornar num exclusivo da Playstation 2. No jogo original apesar de ser um jogo bastante fluido e repleto de acção frenética, o modo história era muito, muito pobrezinho. O jogador era deixado no meio da acção apenas com a informação “descobre o objecto x e leva-o para o local y”, sem que soubéssemos o que estavamos concretamente a fazer. Na sequela já tiveram o cuidado em desenvolver um pouco mais a história do jogo, que a passo a citar. A humanidade está em guerra com uma raça de aliens chamados “Timesplitters”. Estes, em vez de atacar a Terra directamente, usam os Time Crystals para viajar no tempo e tentar arruinar a raça humana no passado. Calculo que a história de Timesplitters 1 tenha sido semelhante. O jogo começa com o Sargento Cortez e a Corporal Hart a fazerem um raid a uma estação espacial dominada por Timesplitters de modo a recuperar os time crystals. Quando lá chegam já é tarde demais (os Timesplitters já tinham entrado num portal temporal) e Cortez não tem outra hipótese senão segui-los para várias eras distintas. Apesar de existir este fio condutor de o Cortez encarnar várias personagens ao longo dos anos, cada nível tem também uma história própria, que nada tem a ver com a história principal.

Screenshot

O jogo tem uma grande variedade de diferentes armas, consoante a era em questão.

Os níveis em si têm missões bem mais variadas, desde dizimar tudo o que se mexe, escoltar reféns, missões de infiltração, desactivar bombas, resgatar alguém, etc. Todas as missões têm uma série de objectivos principais (que são obrigatórios para completar o nível) bem como alguns objectivos secundários que poderão ser obrigatórios dependendo do grau de dificuldade em questão. Com o decorrer da missão, novos objectivos podem surgir. Isto tudo para o “Story Mode” – que pode ser jogado sozinho ou em modo cooperativo com um amigo. Timesplitters 2 tem mais uma série de modos de jogo nomeadamente os Challenge, que consistem numa série de desafios extravagantes, desde decapitar uma série de zombies, passando por atirar tijolos a janelas. Existe também o Arcade League, que é uma série de combates com condições, bots e armas pré-determinadas. A boa performance do jogador nestes modos de jogo permite desbloquear uma série de níveis, modos de jogo e principalmente personagens para utilizar no multiplayer.

screenshot

Exemplo de uma missão stealth. O equipamento mostrado funciona como radar.

O multiplayer é o grande foco de Timesplitters. Permite acção em split screen até 4 jogadores, e a versão PS2 também permite jogar até 16 jogadores em rede através da porta IEEE 1394 (que os modelos Slim já não têm). Tal como o jogo original, o modo multiplayer é extenso e altamente customizável. Temos um vasto leque de modos de jogo, desde os clássicos Deathmatch, Team Deathmatch, Capture the Flag, passando por modos de jogo como Thief, onde vence quem conseguir roubar mais moedas dos adversários, Vampire, onde os pontos de vida do jogador descem constantemente e só ao matar outros é que se regeneram, e o modo Monkey Assistant, por exemplo, cujo diferencial é aparecer uma equipa de macacos que ajuda o jogador com a menor pontuação num Deathmatch. Só de variantes de Deathmatch são 16. Depois temos uma série de arenas por onde escolher, mais de 120 bots diferentes (depois de ter tudo desbloqueado), mais uma série de possíveis configurações desde armas a utilizar, grau da inteligência artificial dos bots, friendly fire, radar, vários handicaps, etc. É um jogo bastante customizável, como tem vindo a ser tradição já desde o Goldeneye.

A nível gráfico, tendo em conta que foi lançado em 2002 e apesar da PS2 já andar com 2 anos de mercado, os gráficos apesar de não serem propriamente maus, também não são nada de especial, os modelos ainda são algo simples, bem como as texturas. O que melhoraram imenso foi no design dos mapas, que já não são tão confusos e tão “quadradados” como vários mapas no Timesplitters 1. A acção continua frenética a 60fps e sem slowdowns aparentes. A nível de som confesso que não dei grande atenção, a música pareceu-me ser à base de música electrónica, que apesar de não ser a minha praia, assenta bem ao ritmo frenético do jogo. Timesplitters 2 traz também um editor de níveis que, apesar de muito semelhante ao editor de Timesplitters 1, pareceu-me oferecer uma maior customização nas “salas”.

screenshot

As cut-scenes usam o próprio motor gráfico do jogo.

Para finalizar, Timesplitters 2 é uma excelente sequela. O single player foi melhorado imenso, com a adição de uma história (apesar de ainda ser simples) e várias missões com objectivos diferentes. Mantiveram a classe do multiplayer anterior e melhoraram-no, oferecendo um leque de opções maior, pecando apenas na falta de um modo online. Ainda assim, do pouco que já joguei do Timesplitters Future Perfect, este parece-me um jogo ainda mais completo.

Sobre cyberquake

Nascido e criado na Maia, Porto, tenho um enorme gosto pela Sega e Nintendo old-school, tendo marcado fortemente o meu percurso pelos videojogos desde o início dos anos 90. Fã de música, desde Miles Davis, até Napalm Death, embora a vertente rock/metal seja bem mais acentuada.
Esta entrada foi publicada em PS2, Sony. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.